E nasce a Cúpula do Chá!

Nesses 9 meses de viagem, me apaixonei perdidamente pelo chá. E não só porque é uma bebida incrível, com uma lista vasta de benefícios e curiosidades interessantes. Me apaixonei pelo chá porque descobri que a grande maioria das pessoas que trabalha com chá tem um enorme prazer em ensinar, ajudar e compartilhar.

Desde que entrei no ramo do chá, passei a ver a concorrência de forma saudável. Observei meus mestres de chá pelo mundo, conversei com muitos empresários do ramo, conheci fazendeiros e empreendedores do chá. Todas – TODAS – essas pessoas foram extremamente solícitas e very helpful. É uma energia contagiante. Eu sei, eu ensino. Mais gente sabe, mais gente ensina. Guardar o conhecimento pra si próprio, pra quê? Pra que ter rivalidade, se podemos todos trabalhar juntos pela mesma causa? 🙂

E com os colegas “cházeiros” no Brasil, foi bem assim. Já tinha conhecido alguns virtualmente, através do blog, como a Juliana Treis, da Chá & Arte, ou o Milton Amaya, das fazendas Amaya – e tive o prazer de conhecer ambos pessoalmente, logo que voltei. Ainda na mesma vibe, e tendo uma amiga em comum (a Fefa <3) pra facilitar a conexão, procurei um dos donos da Moncloa, o Rodrigo Lopes. E, ao mesmo tempo, a Thalita Ferronato (sommelier de chás e representante do El Club del Té) – que também tem essa mesma linda inspiração em difundir a cultura do chá – veio conversar comigo e sugerir de fazermos degustações de chá.

Marcamos, a Thalita e eu, de tomar um chá na The Kettle e bater um papo (tão bom falar sobre chá, sempre). E aí, enquanto a gente marcava, logo pensei: E por quê não juntar todo mundo? E por que não fazer uma Associação ou Instituto do Chá, como vi em tantos países pelo mundo afora? Conversei com o Rodrigo e ele gostou da ideia. Conversei com a Ju e ela gostou da ideia. Mas ainda não conhecia a Barbara Ramina, dona da The Kettle, só conhecia a deliciosa The Kettle. 🙂 Sem problemas, internet sem limites!

Todos conversados, todos reunidos. Nos juntamos, sete empreendedores, especialistas e amantes do chá. E, assim, nasceu a Cúpula do Chá.

a cupula do cha p

A Cúpula do Chá! (Da esq. para a dir.) Mariza Treis e Juliana Treis (Chá&Arte), Barbara Ramina (The Kettle), Dani Lieuthier (Caminho do Chá) e Thalita Ferronato (representante do El Club del Té). Ao fundo, Rodrigo Lopes e Eduardo Jardim (Moncloa).

 

Acho que nunca participei de um grupo com membros tão pró-ativos. Quanta inspiração, quantos projetos, quanto amor pelo chá! Em nossas quase três horas de conversa, cada um compartilhou um pouquinho do seu amor pelo chá. Cada um deu ideias, sugestões, opiniões. Um grupo sem líder e sem fins lucrativos. Nosso único fim é difundir a cultura e os benefícios do chá! 🙂

É claro que não vou passar toda a ementa da reunião, senão o post ficaria longo demais. 🙂 Mas queria dividir isso com vocês, leitores, amigos e amantes do chá. Em um mundo melhor, concorrência vira parceria. Juntos, somos mais fortes. E esse time todo, da Cúpula do Chá, está agora unido para planejar muitas novidades para todos os tea lovers. Let’s share! 🙂 Aguardem! ❤

 

Ah, saímos na coluna social do Reinaldo Bessa, ontem (05/08), na Gazeta do Povo! 🙂

cupula do cha no bessa p