O que tem dentro do chá?

As folhas da Camellia sinensis contém diversas substâncias químicas que dão ao chá sua cor e sabor característicos. Vamos ver quais são os principais?

Assim como tudo no universo, as folhinhas de chá são compostas principalmente por ÁGUA. Quando a folha está viva, a composição é de 75 a 80%. Durante o processo de secagem e aquecimento das folhas de chá, a água é reduzida a aproximadamente 3%. Além da água, seus principais componentes são aminoácidos, carboidratos, íons minerais, cafeína e compostos polifenólicos.

Durante a oxidação, flavonoides polifenólicos (ou catequinas) reagem com o oxigênio, dando origem ao sabor e cor característicos dessa deliciosa bebida.

O aroma do chá é extremamente complexo. Até então, mais de 550 substâncias químicas foram identificadas no aroma do chá preto. Entre eles, estão hidrocarbonos, alcoóis e ácidos. Essas substâncias são formadas, em sua maioria, durante o processo de fabricação do chá. Mas o sabor principal vem de seus diversos compostos polifenólicos, que são modificados pela cafeína. Tanto o chá preto quando o verde contém quantidades similares de polifenóis (flavonoides), mas essa quantidade pode variar de chá para chá.

Como todos já sabemos, o chá também contém teína, que é um aminoácido raro na natureza. Seus efeitos conhecidos são reduzir o stress físico e mental e causar uma sensação de bem-estar e relaxamento. Esse é o ingrediente mágico e responsável pela fama do chá: acalma quem está agitado e dá energia pra quem está calmo demais.

Não podemos esquecer que o chá também contém cálcio, zinco, potássio, magnésio, folato, niacina, pantotenato e vitaminas B1, B2, B6 e B12.

Resumindo: tome chá e seja saudável!

tea-leaves-wallpaper

Fonte: Masterclass feita em Londres em 12/08/13 com a especialista em chás Jane Pettigrew, que possui 14 livros publicados sobre o assunto.